18.1.16

primeira semana de trabalho, com filho! :)

[11 a 16 de janeiro de 2016] Pois é! Passou a primeira semana que trabalhei, ou tentei trabalhar. Rs...

Trabalhei :: Eu consegui trabalhar. Certeza. Atingi minha meta. Não era uma meta muito grande, mas o que importa é que tinha uma meta e prazo da semana e a atingi.
Eu tentei trabalhar :: Sim, digo assim, porque se pensar como eu trabalhava antes a sensação é de que eu tentei trabalhar... Rs... O "meu trabalho" mudou. Não é mais o mesmo. Não posso pensar em trabalho como eu trabalhava antes de ter filho. Preciso me focar no meu novo trabalho. :)

Uma vez li em um blog - no drama mom - muito bom, da Lua Fonseca [que aliás tive o privilégio de conhecer nesse final de semana! :)] a seguinte frase:
"Por mais babás que você consiga pagar, sua vida social vai mudar. Por mais maravilhoso que seja o seu marido, seu casamento vai se transformar. Seu corpo, seu sono, a forma como você trabalha, tudo vai mudar. Por mais tranquila que seja a sua relação com a sua mãe,  ela vai ficar diferente, pelo simples fato de que sua perspectiva muda de ângulo. Tudo muda no minuto que você chega em casa carregando o seu filhote no colo. E pode ser para melhor ou para pior. Hoje entendo que mais importante do que se preparar para o chá de fralda, é se preparar para essas mudanças."
Lua tem razão. Às vezes eu via as mães falarem que tudo muda quando se tornava mãe e achava exagerado, mas muda mesmo. Eu já me mudei, minha forma de ver o mundo, minha forma de ver o meu trabalho. Não é exagerado quando as pessoas falam que a gente renasce quando se torna mãe, é verdade. Claro que você continua sendo a mesma pessoa, a mesma essência, mas muita coisa muda., sabe? Talvez comparando com uma mochilada de alguns meses? Morar fora um tempo... Não estou aumentando nem diminuindo nada, mas essas coisas "fortes" que acontecem na vida da gente, nos transforma, né? Quem tem o hábito de refletir após acontecimentos ou tempos, sabe que geralmente chegamos a essa conclusão: mudamos.

Foto Mariana Leal Fotografia

A semana foi uma mistura de: "ai que delícia voltar a trabalhar!" com "caramba, será que vou conseguir fazer só isso hoje?" E também uma mistura de: "ai que gostoso dar o peito e um xêro no meu filho e poder ir trabalhar em seguida" com "acorda agora não amor!!!" Rs... E não vou mentir, o dia que mais rendi foi quando meu marido pegou o Tom e foi visitar os padrinhos dele e ficou umas quase 3 horas fora. Senti, naquele tempo, que ainda era a mesma, rendi o que estava acostumada. Mas, a verdade é que eu não sou mais a mesma, nem quero ser. Sou uma mãe que quer aprender a trabalhar como mãe, agora. E em falar de mãe... Só estou conseguindo voltar a trabalhar porque tenho minha mamãe aqui comigo me ajudando a cuidar do Tom! Mãe é tudo mesmo e sou muito grata!

Foto Tê Pires

Para quem tá curioso com o que trabalhei, só posso dizer que foi com a criação de produtos lindos que fiz para meu próximo curso na eduK. Sim! Estou voltando, gente. Em fevereiro estarei de volta na eduK em um curso super especial, tenho certeza que vocês vão gostar! Assim que puder falar mais, fofoco aqui! :) E, enquanto isso, estou aqui reaprendendo a trabalhar! Me libertando de como eu era trabalhando. Afinal, a vida é um eterno "se liberta" e estou disposta a cada um deles. E você?

20 comentários:

  1. Vai fundo, Tê! Tenho certeza que vai ser um blog muito bom e que vai te ajudar om o bruxismo tambem. Se 'libertar', soltar as emoções no blog vai curar um pouco a ansiedade. Eu, quando tive minha filha (faz 16 anos) tambem passei por isso. Pior, não tinha mãe nem ninguem para me ajudar. Mas a gente levanta, vai trabalhar com o coração na mão e tudo dá muito certo. Deus sempre está no comando de nossa vida. Vc vai sempre contar conosco, suas 'papeletes' rsrsrs para te ouvir. Estamos loucas por um curso daqueles. Seja bem vinda e traga sempre notícias do Antonio. Bjus mil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Maria! :) Sempre conto com vocês e tenho realmente muita sorte de ter minha mãe aqui pertinho da gente! O meu trabalho também me liberta! Beijos!

      Excluir
  2. Olá querida que bom que a está de volta, que nesse momento mãe gestora e trabalhadora lhe traga várias descobertas, mas também traga muitos sorrisos pelas conquistas diárias, na espera do novo curso, pois o seu entusiasmo em ministrar suas aulas me fez se apaixonar pela encadernação e isso não tem preço. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lídia, obrigada! Sorriso é o que não falta aqui! :))) Fico feliz por sua paixão por encadernação! Esse vício bom eu adoro ser culpada! Beijocas!

      Excluir
  3. Ola Teresa, tudo isso é verdade, e cada dia que passa seu filhote vai precisar de mais atenção pq ele daqui a pouco esta engatinhando e qdo começar a andar então affff da trabalho pq vc tem que ter cuidado para ele não cair... como mãe e avó sei que quem trabalha fora como minhas filhas e vc e tantas outras mães são umas heroínas, eu não trabalhava fora ai só tinha empregada para o serviço geral, eu que cuidava das minhas 3 crias, hj em dia acho mais fácil, não precisa de babá, vai para o maternal e lá eles aprendem a se socializar, vejo a diferença que é as cças de hj com as de ontem. Para as mães é só escolher um bom maternal e ir trabalhar, claro que tem que cortar mais uma vez um pouco do cordão umbilical e no geral quem sofre mais são os pais do que os filhotes ainda mais se forem antes dos 8 meses. E é bem isso a gente esta sempre reaprendendo em cada fase da vida de nossos filhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida! Maternidade é uma nova fase e cada uma tem sua história, né? Eu não sei o que é mais/menos fácil. Sair para trabalhar fora e deixar seu filho em casa ou trabalhar em casa com seu filho! Rs... Tudo é aprendizado e temos que viver! :)

      Excluir
  4. Adorei seu novo cantinho....
    Curso na Eduk? Que noticia tão boa!
    Que bom que vc voltou!
    bjs pra vc e pro Tom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Eliane, volte sempre! :) E sim... Estarei na eduK em fevereiro em um curso super especial com mais 5 autores! Vai ser massa!

      Excluir
  5. Teresa, tenho 2 filhos ( o primeiro de 32 anos e o segundo 30), filhos são presentes de Deus que em cada época de suas vidas existe uma mudança, acredito que todas para melhor. Na época eu anotava tudo de cada um até 2 anos e foi muito bom pois vivi ( trabalhando como professora) todas as etapas até hj de meus filhos. Portanto siga sua intuição e vontades e vá em frente ...é muito bom. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cássia, que legal, seus filhos já estão grandes!!! Eu vou continuar seguindo meu coração aqui e acertando e errando e é assim que é a vida, né? Obrigada! Beijos!

      Excluir
  6. Este é o amadurecimento que gentilmente a vida nos dá logo assim que vemos nossa cria ali, indefeso .....não que antes você não o fosse, mas a gente amadurece e deixa de lado aquela menina sapeca por que agora temos outras prioridades ...amor incondicional, acho que esta são as duas palavras após a maternidade..... seja bem vinda, que o retorno seja doce....bks.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza muita coisa muda, mas se tem uma coisa que não quero deixar nunca é a minha "menina sapeca" de lado. Aliás, acho que ela vai ficar ainda mais sapeca com meu filho! ;) Amor incondicional expressa muito mesmo! Beijos!

      Excluir
  7. Fiz seus maravilhosos e divertidos cursos na Eduk. Estou apaixonada e cada vez eu quero mais!!! Muito bom!!! Parabéns pelo meninão, parabéns pela vida, parabéns pelos cursos! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida! Obrigada! A vida tem que ser divertida mesmo, né? Escolher sorrir sempre é o segredo! :)))) Obrigada! Beijos!

      Excluir
  8. Fiz seus maravilhosos e divertidos cursos na Eduk. Estou apaixonada e cada vez eu quero mais!!! Muito bom!!! Parabéns pelo meninão, parabéns pela vida, parabéns pelos cursos! Bjs

    ResponderExcluir
  9. Adoreiiiiiii Te!!! bloguito lindo de viver...que bom que está de volta!! Tava morrendo de saudades de suas loucurinhas!! rsrsr...Tb tenho um bloguito desde 2009 mas ta desativado desde 2012, qdo me apaixonei pela encadernação...a alguns meses venho pensando em reativá-lo mas nao sei se darei conta...quem sabe acompanhando o seu, me animo a voltar blogar ne??? Te desejo toda felicidade do mundo nesse seu retorno, e agora com Antonio fica tudo com gostinho de amor de mãe ne....beijokassss no seu coração !!! Louca pra te ver de novo na Eduk....<3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Valéria, eu apóio! Volta a blogar, estou adorando a experiência! :)
      Muito obrigada e volte sempre!

      Excluir
  10. Ahhhh...eu tb sai do meu trabalho oficial de 23 anos e agora, como vc estou reaprendendo a trabalhar...tudo novo, vida nova, trabalhando em casa...como vc disse: Me libertando de como eu era trabalhando...kkkkkk mas estou curtindo cada momento!!! curtindo meu ape, limpar e cuidar do meu jeito, voltando a cozinhar pro meu filho, enfim...amando essa nova fase e pronta para os novos desafios!! E é muito legal ver e acompanhar pessoas que admiramos muito passar por coisas parecidas e compartilhar...faz bem pra alma e pro coração!! bjus sua linda!!<3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita, que legal! :) Mudanças são boas. Nos deixam mais vivas, né?
      Temos muito o que compartilhar então! Que sua redescoberta seja doce!
      Beijo grande!

      Excluir
  11. Ahhhh...eu tb sai do meu trabalho oficial de 23 anos e agora, como vc estou reaprendendo a trabalhar...tudo novo, vida nova, trabalhando em casa...como vc disse: Me libertando de como eu era trabalhando...kkkkkk mas estou curtindo cada momento!!! curtindo meu ape, limpar e cuidar do meu jeito, voltando a cozinhar pro meu filho, enfim...amando essa nova fase e pronta para os novos desafios!! E é muito legal ver e acompanhar pessoas que admiramos muito passar por coisas parecidas e compartilhar...faz bem pra alma e pro coração!! bjus sua linda!!<3

    ResponderExcluir